©  Núcleo de Informações sobre Medicamentos, com proposta de extensão do DCF/FURB,

     que visa ser referência em informação sobre Uso Racional de Medicamentos (URM).

Contador de Acessos

Rua Antônio da Veiga, 140 - Itoupava Seca 89030-903 - Blumenau - SC

Tel: 011-3456-7890

Please reload

Posts Recentes

Fatores de risco para hepatotoxicidade e ajuste da dose de paracetamol, os prescritores consideram adequadamente esse problema?

October 16, 2019

1/8
Please reload

Posts Em Destaque

Relação Nacional de Medicamentos Essenciais - Rename

 

A Rename contempla o conjunto dos medicamentos que o SUS disponibiliza por meio de suas políticas públicas, que serão ofertados a todos os usuários do SUS, visando à garantia da integralidade do tratamento medicamentoso.

 

A Política Nacional de Medicamentos de 1998 e a Política Nacional de Assistência Farmacêutica de 2004 trazem a Rename como um dos seus eixos estratégicos, como instrumento racionalizador da prescrição, da dispensação e do uso dos medicamentos.

 

Estrutura da Rename:

 

Relação Nacional de Medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica;


Relação Nacional de Medicamentos do Componente Estratégico da Assistência Farmacêutica;


Relação Nacional de Medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica;


Relação Nacional de Insumos Farmacêuticos;


Relação Nacional de Medicamentos de Uso Hospitalar.

 

Atualização da Rename 2018

 

Foram considerados os medicamentos incluídos, excluídos e alterados pela Conitec entre março/2017 a setembro/2018, e que passaram por pactuação de financiamento na CIT.

  • Inclusões: 11

  • Exclusão: 01

  • Alterações de itens edição 2017: 02

     

Clique aqui para acessar a versão mais recente.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square