Please reload

Posts Recentes

Saiba como se prevenir do coronavírus com as informações do ministério da saúde

March 30, 2020

1/9
Please reload

Posts Em Destaque

Tocilizumabe e Sarilumabe (anticorpos inibidores de IL-6) e seu papel no tratamento da COVID-19

Nas últimas duas décadas, os coronavírus causaram três epidemias: Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) em 2002, Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) em 2012 e COVID-19. Com os vírus SARS-CoV e MERS-CoV tendo se espalhado por mais de 20 países, o número total de mortos não passou de 1.000, em cada uma das pandemias anteriores. Como sabemos, a gravidade dos sintomas da COVID-19 varia desde sintomas leves (semelhantes a um resfriado) até pneumonia viral grave com insuficiência respiratória potencialmente fatal.

 

Na resposta imune, diferentes células dispensam Citocinas que são pequenas proteínas. A inflamação é uma libertação repentina dessas proteínas, que regulam o processo inflamatório. Pesquisas recentes indicam que se tem a liberação simultânea de citocinas pró e anti-inflamatórias em qualquer resposta imune. Alguns pacientes com COVID-19 grave experimentam uma resposta inflamatória antiviral excessiva, resultando na Síndrome de Liberação de Citocinas. A referida desregulação da resposta inflamatória parece estar relacionada com a severidade da doença.

 

Existem dois anticorpos monoclonais inibidores de interleucina-6 que é uma das citocinas inflamatórias mais importantes na resposta imune.

 

Tocilizumabe, comercializado como Actemra® e RoActemra®, é um anticorpo monoclonal humanizado que tem como alvo a sub-unidade alfa do receptor interleucina-6, tendo sido concebido para terapia das artrites reumatóides juvenil e poliarticular. Durante a pandemia, tem sido utilizado como auxiliar na recuperação de pacientes que apresentam quadros graves de COVID-19. Pode ser útil, tanto no tratamento do estado hiper inflamatório como da Síndrome de Liberação de Citocinas. Também em pacientes precisando de ventilação mecânica, observou-se que o Tocilizumabe parece oferecer benefícios na redução da inflamação, requisitos de oxigênio, suporte vasopressor e redução de mortalidade associada. Contudo, resultados de ensaios clínicos randomizados ainda se fazem necessários.

 

Sarilumabe, comercializado como Kevzara® é um anticorpo monoclonal humanizado direcionado contra a sub-unidade alfa do receptor de interleucina-6. Foi desenvolvido para o tratamento de adultos com artrite reumatóide moderada e severamente ativa.

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou, em maio de 2020, a pesquisa clínica com uso de Sarilumabe para o tratamento da COVID-19 no Brasil.

 

Na International Clinical Trials Registry Platform é possível acessar o andamento dos testes clínicos realizados nos diversos tratamentos da COVID-19, incluindo Tocilizumabe e Sarilumabe.

 

Segue o link com o artigo: “Tocilizumabe e Sarilumabe: anticorpos inibidores de IL-6, seu papel no tratamento da COVID-19 e pedidos de patentes depositados no INPI”.

 

Segue aqui para acesso ao artigo.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Rua Antônio da Veiga, 140 - Itoupava Seca 89030-903 - Blumenau - SC

(47) 33217327 

        MIMe - Núcleo de Informações sobre Medicamentos,

      Referência em informação sobre Uso Racional de Medicamentos (URM).